Pelo nono ano consecutivo, os associados da cooperativa de crédito Sicoob Noroeste de Minas, juntamente com parceiros e a comunidade, reuniram forças durante a 9ª Campanha Natal Solidário na arrecadação recorde de mais de R$ 300 mil em alimentos (arroz, feijão, macarrão, óleo de soja, bolacha, chá, dentre outros) em prol do Hospital de Amor de Barretos, antigo Hospital de Câncer. A instituição serve em média 7 mil refeições diárias a pacientes e acompanhantes procedentes de todo o Brasil.

Durante a campanha, lançada em dezembro do último ano, o Sicoob Noroeste de Minas contou não só com o apoio de seus empregados e associados, como também de outras pessoas da comunidade, cooperativas, empresas, associações e da Polícia Militar de Minas Gerais. Segundo o coordenador da campanha, José Adão Faria, a nona edição foi de expressiva importância para o Hospital de Amor: “Pelo que acompanhamos com o pessoal da captação do hospital, todo alimento que chega é consumido, seja aqui ou em instituições relacionadas. Esta campanha é da população, nós do Sicoob Noroeste de Minas apenas coordenamos porque, se não fosse o esforço de todos, nós não conseguiríamos desempenhar esse feito. Portanto, nosso muitíssimo obrigado e que Deus abençoe a todos”. Reconhecendo o importante papel desempenhado por cada colaborador da campanha, o Presidente do Conselho de Administração do Sicoob Noroeste de Minas, Nelson Amado Noivo, afirma que: “Mais uma vez a gente se reveste de entusiasmo, emoção e carinho para poder ajudar o Hospital de Amor de Barretos. Somos gratos às cooperativas, empresários, produtores rurais, nossos associados e a comunidade em geral, a campanha dá certo porque todos abraçam a causa”.

A comitiva responsável pela entrega dos alimentos, composta por um bitrem, um bitruck e um ônibus foi recepcionada pela equipe de captação do Hospital de Amor de Barretos no dia 15 de janeiro. O gerente de captação da instituição, Luiz Antônio Zardini, agradeceu o empenho do Sicoob Noroeste de Minas e disse que gestos como este são fundamentais para a continuação do trabalho realizado gratuitamente pelo hospital. “O hospital tem toda uma equipe médica especializada e os melhores equipamentos do mundo, mas para tê-lo de portas abertas precisamos de uma chave, e vocês são essa chave graças às doações que destinam para cá. A melhor coisa do mundo é a gente abrir o coração para que Deus possa tomar conta da nossa vida, ajudando a quem mais precisa. Aqui tudo é gratuito e, principalmente, da mais alta qualidade.”, ressalta Zardini. A Gerente de Nutrição do Hospital de Amor, Karen Freitas, também destaca a importância de ações como esta para o abastecimento da instituição: “Nós iniciamos todo o nosso planejamento do cardápio para os pacientes e colaboradores do hospital a partir das doações. Posteriormente, complementamos conforme o orçamento disponível para o setor.”

Ainda durante a visita, o aniversário de 76 anos da cidade de Unaí foi celebrado em clima de gratidão e alegria. Na oportunidade, também foi visitado o Hospital de Câncer Infantojuvenil, um lugar onde as crianças são atendidas do jeito delas, onde tudo é colorido, com quadros engraçados, fotos de animais fazendo caretas e, sobretudo, onde há muito amor.  Em média, esta repartição recebe dois novos casos de câncer por dia, sendo as leucemias e os tumores cerebrais os tipos mais diagnosticados.